quarta-feira, 15 de abril de 2020

De onde vem a força



Vi ontem um comentário no Instagram do Bispo em que uma moça chamada Tatiana pedia ajuda. Ela foi diagnosticada com câncer e o médico a desenganou. Com medo e desanimada, ela pede ajuda, diz que acredita que Deus pode curá-la, mas está sem forças para lutar. Eu ainda estou na luta por minha cura, mas vi o poder de Deus tantas vezes nessa caminhada da fé que não deu para não responder. Já ouvi o médico desenganar meu esposo, que estava internado na UTI com infecção generalizada por uma peritonite após uma obstrução intestinal e periapendicite. Ele estava desnutrido, anêmico e imunossuprimido. Pela medicina, não tinha chance. No hospital, eu era a louca que cria. O pessoal me olhava com pena. E hoje, quase 15 anos depois, o lindão está aqui em casa, vivíssimo. Eu sei em Quem eu creio e não tem como não falar.

E, aproveitando o que chamo de “milagre da noite” (ultimamente começo a me sentir melhor perto da hora de dormir rs), resolvi responder. Ficou enorme (para um comentário de Instagram, para um post é pequeno) e, além de colocar lá, achei que deveria publicar aqui. Pode ser que ajude alguém:

Jesus disse para Jairo, no momento em que ele recebeu a notícia da morte da filha: “não temas, crê somente”. Porque Jairo obedeceu, viu Jesus ressuscitar sua filha. Ele trouxe a menina da morte! Nem hoje a medicina sabe fazer isso, mas Deus sabe. Assim como Jairo, você tem uma decisão a tomar: ou crê que vai morrer (palavra do médico), ou crê que será curada (Palavra de Deus). Nenhuma das duas coisas aconteceu ainda e você pode escolher em qual irá colocar a sua certeza (sua fé).

Não tenha medo, a força para lutar vai vir da sua fé, que Deus vai fortalecer conforme você buscar (Ele está contigo!). Acompanhe as mensagens de fé e coloque em prática o que aprender. Enxergue a Palavra de Deus como o que ela é: verdade irrefutável. É impossível não se cumprir! E vou te dizer: a medicina não sabe nada, entende muito menos do que a gente pensa. Já vi muita gente curada de câncer nas reuniões de terça com o @pastorgrando. Acompanhe essas reuniões. 

Além de terça, não perco as de quarta, sexta e domingo. Também estou na luta por minha saúde, contra uma doença rara e para a qual a medicina não conhece a cura. No passado eu já fui curada de depressão e de outros problemas e te asseguro: ao entrar no Reino de Deus, você está entrando num mundo em que TUDO é possível. É o que diz a Palavra dEle. É isso que me dá forças para lutar e vencer. Sempre que vier um pensamento de medo ou de morte, não acredite nele. Rejeite. E lembre-se de que você escolheu crer.

3 comentários:

  1. Oi, Vanessa!
    Como vai?
    Hoje eu criei coragem de vir aqui, para fazer um desabafo...
    Há alguns meses eu venho enfrentando um problema, quase todas as vezes em que vou orar, eu peço a Deus perdão pelos meus erros, e aí, quando começo a falar de outra coisa na minha oração, de repente vem a lembrança de um outro erro, coisas que passaram na minha cabeça, sentimentos... às vezes coisas que nem tenho certeza se realmente fiz errado, ou não, mas sinto um peso, e me sinto compelida a pedir perdão por aquilo, como se Deus só pudesse me ouvir depois disso. Às vezes a maior parte da minha oração é uma lista de pedido de perdão, tem horas que me sinto cansada e triste... ao invés de sentir paz e alegria quando estou orando.
    Eu tenho consciência dos meus erros, algumas coisas bem óbvias que eu sei, realmente, que tenho que mudar. Mas outras vezes, eu vejo uma foto de uma pessoa e me vem um pensamento de dúvida ou crítica (às vezes até coisas e pessoas da igreja, ou da Bíblia) e lá vem o sentimento de culpa de novo, às vezes pego um livro para ler, e se tem um palavrão, ou uma ideia de um personagem parece "errada", eu me sinto culpada... Tem horas que esse sentimento é tão massacrante, que eu fico sem ânimo, irritada, e com raiva de tudo e de mim mesma.
    Parece às vezes que cheguei em um ponto em que não consigo mais nem definir se algo é certo, ou errado. Sinto culpa quase o tempo todo. Uma parte de mim pensa "ignora esses pensamentos", outra parte sente medo de ignorar, e de realmente estar errando e não ter pedido perdão.
    Não sei se meu comentário foi claro, mas hoje eu fiquei pensando que precisava falar disso, e eu me sinto confortável no seu blog, me identifico contigo e com as coisas que você passou (e venceu).
    Vou aguardar sua resposta, assim como os novos posts.

    ResponderExcluir
  2. Estou igual a Vanessa, me deu uma vontade enorme de lhe responder. Porque eu me sentia exatamente desse jeito...com um peso de culpa, carregando ele onde eu ia e minha vida espiritual ia se afundando a cada dia. Desculpa, Vanessa, tomei a liberdade de falar com a Ana. Ana, esses pensamentos podem até ser seus e as acusações, mas existe um ponto de partida, eles vem do diabo, ele descobriu uma forma de te abalar... ele sabe como diminuir a nossa fé, muitas vezes ele não pode nos atingir fisicamente, mas ele pode soprar idéias. Eu cheguei até crises de ansiedade passando por problemas infindáveis escolhendo sempre ouvir a voz da acusação, do medo, da dúvida. Nosso pior inimigo, Ana, é a incredulidade. E crêr é uma decisão. Quem crêr vai em frente, não olha pra trás, para o que passou. Não! Então, olha pra frente sempre, pensa no seu alvo ( que imagino que é sua salvação, ser cheia de Deus e ter uma comunhão com Ele), o diabo só tem uma função atrapalhar isso. Então, esses pensamentos não são seus,são dele e você pode rejeita-los pela fé. Decide, sabe, fala com Deus e fala com seu problema. Medita na palavra de Deus diariamente e peça com fé em nada duvide e tenho certeza que você será, lavada, perdoada e você sentirá uma alegria enorme em seu coração, por ter sido ouvida e aceita por Deus. Mas, não deixe a voz do diabo causar incredulidade dentro de você...pois, sem fé não podemos agradar o nosso Deus Altíssimo. Me desculpa, eu tinha que te falar... uma palavra no Instagram da Nanda Bezerra sobre pensamentos sujos, ela falou sobre pensamentos negativos, tem um fundo amarelo,depois escuta. Falou muito comigo. E quando eu estava no auge da minha luta, um post do Bispo Macedo do jejum de Daniel agosto de 2018, "Quem crê vem a mim e beba..." você pode ler e se alimentar dessa fé e tenho certeza que ficará forte e alimentada para vencer todos seus inimigos invisíveis, os inimigos da nossa fé. Beijos.... Deus te abençoe muito, Ana. ( Vanessa, desculpa denovo... não resisti)

    ResponderExcluir
  3. Vanessa, obrigada por compartilhar.:)

    ResponderExcluir